Home Girassol
Girassol

Versatilidade do girassol é debatida em evento

Ana Luiza Viegas

(01/10/2009)


Na manhã de quarta-feira (30), aconteceu a abertura da 18ª Reunião Nacional de Pesquisa de Girassol e do 6° Simpósio Nacional sobre a Cultura do Girassol, na Sede da Embrapa Clima Temperado, em Pelotas.

O evento, que termina na quinta-feira (1), tem o objetivo de discutir os resultados de pesquisa e as recomendações técnicas para a produção da cultura do girassol, definir prioridades e viabilizar a programação de pesquisa e transferência de tecnologia em girassol nas diferentes regiões do Brasil reuniu cerca de 150 participantes entre pesquisadores, técnicos, estudantes, produtores e demais interessados no assunto.


Na abertura a coordenadora do evento e pesquisadora da Embrapa Clima Temperado, Ana Cláudia Barneche, falou sobre a versatilidade desta cultura. “O girassol pode ser plantado de Norte a Sul do país, pois se adapta as diferentes características das regiões. Além disso, sua utilização pode servir para inúmeras utilidades, tais como: alimentação humana e animal, óleo para biodiesel, utilização de grãos e, inclusive, para ornamentação”, diz ela.

O gerente de pesquisa e desenvolvimento do Departamento de Óleos, Margarinas e Condimentos da empresa argentina Molinos Rio de La Plata S.A., Ariel Buedo, palestrou sobre o uso do girassol alto oléico, tanto na alimentação quanto como biodiesel. Trata-se de resultado do melhoramento genético do girassol, que originou uma variedade de girassol rica em Omega 9. Ariel destacou que o uso industrial do girassol alto oléico é muito vantajoso. “Algumas das vantagens do girassol alto oléico são: não requer hidrogenação, livre de gorduras trans, ideal para frituras, saudável e com um custo acessível”, informa.

O Chefe Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Unidade, Clenio Nailto Pillon, falou da responsabilidade da Embrapa em fóruns de discussão sobre culturas importantes no Brasil. “Não basta ofertar a tecnologia, pois atualmente o mercado e a logística são complexos e demandam planejamento e estratégias articuladas”, explica ele.

Segundo ele, os alimentos que podem ser produzidos com o alto oléico são: frituras industriais, artigos de padaria, azeite para salada, cereais, margarinas, entre outros. Além disso, a utilização do óleo de girassol alto oléico para frituras apresenta vantagens por ter mais estabilidade que outros óleos e não apresentar nenhuma desvantagem relevante. “A produção de girassol alto oléico ainda está em processo de expansão e os produtores podem vir a ter vantagens com a sua expansão”, finaliza Ariel.

O evento é uma realização da Embrapa Clima Temperado, da Embrapa Soja, com apoio da Embrapa Transferência de Tecnologia e da Emater/RS-Ascar. Mais informações através do site da Embrapa Clima Temperado (www.cpact.embrapa.br).

Christiane Rodrigues Congro – Mtb-SC 00825/9

Colaboração: Manoela Soares (estagiária).
Embrapa Clima Temperado
Contatos: (53) 3275-8113 - This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it

Lebna Landgraf – Mtb 2903
Embrapa Soja - Paraná
This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it
(43) 3371-6061

Fonte: Embrapa